Vinte anos de caminhada

A construção de uma Sociedade da Confiança e o desenvolvimento da Cultura da Paz são os pilares do trabalho que vem sendo desenvolvido ao longo de mais de 20 anos pelo Movimento Empresário Cristão. Diferentes parcerias e ações enriqueceram o trabalho, e a integração é fundamental frente ao desafio de construir uma comunidade solidária, baseada em princípios éticos, que muitas vezes são esquecidos em nossa sociedade.

E estes princípios podem – e devem – ser levados às relações sociocomerciais, seja através de um empreendedorismo ético nos negócios, na resolução de conflitos e cooperação entre os indivíduos, independentemente de pertencerem à classe trabalhadora ou ao pequeno e médio empresariado.  

Foi dessa forma que na Campanha da Fraternidade Ecumênica 2010 diferentes propostas foram apresentadas em oficinas coordenadas pelos Empresários Cristãos. Entre elas estão o semear a mensagem da paz, do diálogo fraterno e da ética cristã aos pequenos empreendedores, profissionais liberais, trabalhadores e operários, e empreender esforços para formar uma rede de consumidores nas comunidades condominiais. 

As relações sociais e a vida em condomínios

Os condomínios representam verdadeiras comunidades, e por serem espaços de convivência entre diferentes indivíduos, também são locais em que podem ocorrer conflitos, o que faz com que a rede solidária neste segmento seja um dos principais enfoques entre as ações do Empresário Cristão. 

Em 1993, o Guia dos Condomínios foi lançado com o objetivo de criar um elo de comunicação entre síndicos e condomínios com os fornecedores e trabalhadores autônomos. Além de um compilado de informações úteis à vida em condomínios, o objetivo era reunir empresas e profissionais idôneos e baseados nos valores cristãos, apresentando-os aos condôminos, criando relações sociocomerciais fundamentadas na paz e que levassem em consideração a qualidade de vida para o conjunto dos moradores. 

Ao longo da trajetória do Empresário Cristão, diferentes encontros e parceiros sintetizaram o trabalho que vem sendo desenvolvido, e as diversas vivências podem ser levadas para a sociedade, a começar pelos condomínios. Mantendo o objetivo, o trabalho continua e se faz cada vez mais importante e oportuno em um período de crise econômica, social e de valores que o Brasil enfrenta.

E quando se fala em valores cristãos –independente de qual seja a religião de cada pessoa – percebemos que não é difícil relacioná-los às relações diárias e às questões econômicas. Em pesquisa Datafolha, a cada dez brasileiros, nove atribuem o sucesso financeiro a Deus. Mais de 90% dos religiosos pensam dessa forma, assim como 70% entre os sem religião e 23% entre os ateus. A percepção altera conforme aumentam os níveis de renda e de escolaridade. (Fonte: Folha de S. Paulo)

Estes dados mostram que, apesar de apenas a fé não significar o alcance de realizações profissionais e boa situação financeira, pois nada “cai do céu” caso não haja muito trabalho, a presença de Deus e dos ensinamentos cristãos têm forte influência na vida das pessoas, mesmo quando o assunto não está ligado exclusivamente à religião, como por exemplo a situação financeira e temas cotidianos dos indivíduos. 

Conhecer a trajetória do Empresário Cristão nos últimos anos é fundamental para a percepção sobre as ações atuais e futuras, pensando nas relações sociocomerciais entre condôminos e empreendedores e divulgando os preceitos que consideramos que podem fazer a diferença nas comunidades.  Venha conhecer nosso trabalho!

Empresário Cristão 2020 • Todos os direitos reservados