• Landi Dantas

Empresa: cuidados na pandemia

Updated: May 7


Como cuidar da sua pequena empresa e sobreviver nas crises


“Faça uma planilha e aprenda a cuidar das despesas e receitas, não tire dinheiro para as suas necessidades, faça uma pesquisa de mercado, vá ao gerente do banco e ao contador e não se esqueça, estamos aqui para cuidar de você. Principalmente, não se esqueça da planilha, cuidar do dinheiro.”


Bom, quantas vezes observamos estas orientações ao longo dos últimos anos. Recordo que certa vez fui visitar uma empresa em minha função de subgerente de banco e, acompanhado do gerente, observei atentamente todas as necessidades apresentadas pelo dono. Ao sair, fui surpreendido pela frase do gerente da agência:- “Cuidado, ele tinha uma bíblia aberta na mesa, pode estar com muitas dificuldades”. Se encontrasse este gerente hoje, passados 35 anos desde momento, poderia perguntar quais as suas impressões para os dias que vivemos.


Especialista em planilhas de custos e tendo trabalhado em bancos, peço licença para dar uma sugestão pela experiência de vida como pequeno empreendedor. Neste momento de pandemia e isolamento, cuide para preservar a paz em sua família, concentre todo os esforços para manter o alimento em sua casa, não tenha vergonha de pedir ajuda, trate com amor sua esposa, esposo, filhos e acredite, Deus estará presente. Juntos, em família, poderá ser difícil, mas com certeza as portas se abrirão.


Trecho de uma reflexão do Papa Paulo VI

“Mas estamos apenas de passagem. Temos de abandonar este desejo de continuar aqui o estudo, nunca terminado, do conhecimento do Evangelho. Não partiremos, porém, antes de colher às pressas e quase furtivamente algumas breves lições de Nazaré.

Primeiro, uma lição de silêncio. Que renasça em nós a estima pelo silêncio, essa admirável e indispensável condição do espírito; em nós, assediados por tantos clamores, ruídos e gritos em nossa vida moderna barulhenta e hipersensibilizada. O silêncio de Nazaré ensina-nos o recolhimento, a interioridade, a disposição para escutar as boas inspirações e as palavras dos verdadeiros mestres. Ensina-nos a necessidade e o valor das preparações, do estudo, da meditação, da vida pessoal e interior, da oração que só Deus vê no segredo.

Uma lição de vida familiar. Que Nazaré nos ensine o que é a família, sua comunhão de amor, sua beleza simples e austera, seu caráter sagrado e inviolável; aprendamos de Nazaré o quanto a formação que recebemos é doce e insubstituível: aprendamos qual é sua função primária no plano social.

Uma lição de trabalho. Ó Nazaré, ó casa do “filho do carpinteiro”! É aqui que gostaríamos de compreender e celebrar a lei, severa e redentora, do trabalho humano; aqui, restabelecer a consciência da nobreza do trabalho; aqui, lembrar que o trabalho não pode ser um fim em si mesmo, mas que sua liberdade e nobreza resultam, mais que de seu valor econômico, dos valores que constituem o seu fim. Finalmente, como gostaríamos de saudar aqui todos os trabalhadores do mundo inteiro e mostrar-lhes seu grande modelo, seu divino irmão, o profeta de todas as causas justas, o Cristo nosso Senhor.

Jesus, Maria e José nossa família vossa é!

Paz e Bem!

Papa Paulo VI


Empresário Cristão 2020 • Todos os direitos reservados